Usuário

Aos quatorze dias do mês de dezembro de dois mil e dezoito na Câmara Municipal de Montes Altos- Ma, realizou- se uma Sessão Ordinária. A presente reunião foi presidida por Vossa Excelência Presidente Nilton Paixão Gomes. Estiveram presentes os seguintes vereadores: Deusirene Ribeiro Lira, Aristides Dias Aguiar, Cícero dos Santos Cirqueira Neto, Ermilton de Sousa Sá, Paulo de Oliveira Araújo e Jeane Barros de Brito. Logo de início, solicitou a vereador Deusirene Lira para fazer a leitura da Bíblia Sagrada no livro de Salmo no capítulo cento e treze. Após a leitura da Palavra de Deus o presidente pediu ao secretário para ler o Projeto de Decreto Legislativo que concede o titulo de cidadão montealtense ao Governador, Flavio Dino. Vereador Aristides Aguiar- a princípio solicitou aos vereadores a aprovação do referido projeto concedendo o titulo de cidadão montealtense ao governador Flavio Dino, haja visto com tal aprovação será mais viavel para cobramos as melhorias para a nossa cidade. Por conseguinte, o Presidente colocou em votação o Projeto de Decreto Legislativo e o mesmo foi aprovada por unanimidade. Por conseguinte, o Presidente pediu ao secretário para ler o Requerimento nº 32/2018 do vereador Jarbas Moraes, solicitando a urbanização da via lateral do cemiterio municipal. Vereador Jarbas Moraes- a princípio explanou sobre seu Requerimento nº 32/2018. Ressaltou que como sabemos que os sepultamentos são realizados praticamente na parte final da area do cemitério, portanto o acesso pelo portão principal hoje dificulta e o referido acesso está sendo feito pela via lateral. Portanto, devido a tal situação é de suma importancia uma intervenção do poder público municipal para fazer a urbanização do cemitério. Por conseguinte, o Presidente colocou em votação o Requerimento nº 32/2018 e o mesmo foi aprovado por unanimidade. Dando prosseguimento aos trabalhos, o Presidente cedeu a palavra para o Sr. Amilton para explanar sobre o projeto do poder executivo que trata da iluminação pública. Sr. Amilton- a princípio ressaltou que quando se fala de equalisar, que envolve questões financeiras então cria- se um senso comum de desepero, e o que as pessoas vêm ajustes no qual irá onera suas rendas, e não olham para o lado que de fato é importante. Disse que Montes Altos está tentando equalisar o custo beneficio da iluminação pública, sendo que isso não foi realizado de uma forma empirica, mas cientificamente. Disse que quando reajustou a classe comercial, ajustou a tabela dentro da própria classe industrial, sendo que não foi retirado do comerciante que ganha mais, e colocou no redencial que ganha menos. Até porque as tarifas têm valores diferentes. Disse que o município de Montes Altos está hoje com um defit de R$ 50.000,00 na questão da iluminação pública, portanto se não for aprovada referida lei o município entrará em colopso, e quanto ele chegar a R$ 250.000,00 de prejuizo a CEMAR vai jogar a fatura da iluminação pública na sede principal da prefeitura, sendo isso possivelmente por lei, e nem o juiz vai de encontro a isso, pois está na Constituição. Vereadora Kelli Cristina- a princípio indagou ao Sr. Amilton sobre qual foi o indice indicado para o reajuste da tabela do Decreto 14/2013 bem como qual é o percentual de aumento de 2013 para o presente ano que o município teve na conta de iluminação pública ? Uma vez que a tabela já temos.

Artigos Relacionados:

Aristides Dias Aguiar
Presidente

 

Menu

Visitas

84456
HojeHoje585
OntemOntem307
Essa semanaEssa semana1007
Este mêsEste mês4654